Samurai – Velho Sábio

Conta-se que antigamente perto de Tóquio no Japão vivia um grande samurai que dedicava a maior parte do seu tempo a ensinar Zen aos seus alunos. Apesar de ter a idade avançada, corria a lenda que era capaz de derrotar qualquer adversário.

Certo dia, um jovem guerreiro conhecido por sua arrogância e sua total falta de escrúpulos apareceu diante do velho sábio samurai e propôs um desafio, pois queria derrotá-lo e aumentar sua fama.

28 - Samurai - Velho Sábio

Todos os discípulos do samurai se manifestaram contra a idéia, mas o velho aceitou o desafio.

Foram todos para a praça da pequena cidade e diante dos olhares espantados, o jovem guerreiro começou a insultar o velho mestre.

O jovem nunca havia perdido uma luta, e esperava que seu adversário fizesse o primeiro movimento. Como era um lutador de grande reflexo, estava pronto para contra-atacar de forma rápida.

O jovem passou a utilizar suas técnicas de provocação, insultando verbalmente o grande samurai e seus ancestrais, chutou algumas pedras em sua direção, fez de tudo para provocá-lo e por horas o velho permaneceu impassível. Sentindo-se exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro se retirou.

Pelo fato do mestre ter aceitado tantos insultos e provocações, os seus discípulos perguntaram: “Como o senhor pudera suportar tanta indignidade? Por que não usou sua espada, mesmo sabendo que podia perder a luta, ao invés de mostrar-se covarde diante de todos nós?”

E o velho sábio samurai disse: “Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?” “A quem tentou entregá-lo”, respondeu um dos discípulos.

“O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem o carregava consigo. A sua paz interior depende exclusivamente de você. As pessoas não podem lhe tirar a calma, só se você permitir.“

Um sinal de força e confiança na luta é a calma, enquanto que a violência é prova de fraqueza e de falta de confiança em si mesmo. Como diz na mensagem: Só nos irritamos se deixarmos.

Gostou, Compartilhe!

    Comments

    1. preciso adquirir essa paz interior, sou carateca, faixa amarela,karate shotokan, e também queria dicas de como melhorar minhas bases

    2. Edvaldo Rangel Sá disse:

      Sabedoria. Um equilibrista de circo só atravessa o cabo de aço porque ele sabe que consegue. Ele treinou muito e os treinos lhe diz que ele consegue fazer a travessia.”Quem pensa em perder já estar vencido”. Ha momento para tudo. Para respirar, para defender, para atacar, para esperar, para meditar. Temos que buscar o alto conhecimento. É importante conhecer o outro (adversário), no entanto é mais importante conhecer a si mesmo.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *